Nelson Sargento: Confira 5 principais sucessos do sambista

Sambista carioca, que morreu nesta quinta-feira (27), deixou uma série de sucessos; conheça

Por: Gabriel Brolli - Jornalista
27/05/2021 às 13:23 - atualizado em 29/05/2021 às 16:45

Compartilhe: faceboook twitter whatsapp

Nelson Sargento é mais uma vítima da Covid-19. Como uma das maiores vozes do samba, o presidente de honra da Estação Primeira de Mangueira, tradicional escola carioca, nos deixou aos 96 anos, nesta quinta-feira (27).

O Instituto Nacional do Câncer (Inca), onde Nelson estava internado, informou que a morte aconteceu às 10h45. O sambista recebeu o diagnóstico do novo coronavírus na sexta-feira (21), e apesar de ter a imunização completa, acabou não resistindo.

Mas, além da idade avançada, Nelson Sargento também já sofreu com um câncer de próstata.

Enquanto isso, ele recebeu a segunda dose da vacina contra Covid-19 no dia 26 de fevereiro. Apesar disso, o episódio não pode ser considerado como uma falha do imunizante. Casos como esse são raros, e a função da vacina tem a ver com uma estratégia de saúde pública, uma vez que ela pode diminuir a incidência da doença, da hospitalização e da morte. Por outro lado, ela não garante uma proteção individual 100% efetiva.

Nelson Sargento: Confira 5 principais sucessos do sambista
Apesar de sua partida, Nelson Sargento deixa um legado de sucessos no samba (Foto: Reprodução)

Os sucessos de Nelson Sargento

Com tantos anos de carreira, o sambista deixa um legado de sucessos para o gênero musical. Entre as suas composições mais conhecidas, está “Agoniza, mas não morre”. Ele entoou versos do samba ao receber a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus, em janeiro deste ano.

Nelson nasceu no Rio de Janeiro, e descobriu sua vocação na música já na adolescência. Mas, foi só aos 31 anos de idade que começou a compor. Em 1955, ele escreveu, ao lado de Alfredo Português, o samba-enredo “Primavera” – até hoje considerado um dos mais bonitos da história.

Já nos anos 60, ele integrou o grupo A Voz do Morro, ao lado de Paulinho da Viola, e mais. Entre tantos parceiros de composição, confira abaixo grandes sambas de Sargento:

  • Agoniza, mas não morre
  • Acabou meu sossego
  • Cântico à natureza
  • Falso amor sincero
  • Século do samba

Dúvidas, critícas e sugestões? Fale com a gente
Acompanhe a Folha Hoje nas Redes! faceboook twitter youtube instagram Google News
Gabriel Brolli

Gabriel Brolli
Gabriel Brolli é jornalista. Com experiência em tradução, redação e produção de conteúdo para redes sociais, já colaborou para grandes veículos de comunicação. Saiba mais sobre Gabriel em seu perfil!