Pandemia reforça necessidade dos farmacêuticos na garantia dos cuidados em saúde

O farmacêutico está longe de ser aquela pessoa que simplesmente fica atrás do balcão da farmácia entregando medicamentos receitados pelos médicos.

Por: Fredson Navarro - Jornalista
26/07/2021 às 13:35 - atualizado em 27/07/2021 às 13:14

Compartilhe: faceboook twitter whatsapp

Há um ano e meio quando o mundo foi surpreendido pela pandemia da covid-19, um profissional essencial à saúde da população ganhou ainda mais relevância.

O farmacêutico está longe de ser aquela pessoa que simplesmente fica atrás do balcão da farmácia entregando medicamentos receitados pelos médicos. Na rede de Farmácias Edson, desde o começo da crise sanitária, o time de farmacêuticos traçou estratégias para ampliar as condições de biossegurança visando a proteção dos colaboradores e pacientes.

Esses cuidados são medidas técnicas definidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que sempre foram seguidas nas Farmácias Edson, independentemente da pandemia ocasionada pelo novo coronavírus, mas foram reforçados, minimizando os riscos de contrair a covid-19.

A empresa sergipana fez investimentos em logística, treinamentos e equipamentos para se adequar à nova realidade de maneira rápida e uniforme, como explica o farmacêutico chefe André Araújo.

“Sempre se usou luva, máscara, jaleco etc, mas com a pandemia, essas ações foram intensificadas e outros cuidados foram incorporados. Se pudermos considerar algum aspecto positivo desse que é um momento muito triste, é que com certeza será mantida a lição dos cuidados que a população deve tomar em relação ao contato social, do respeito aos profissionais de saúde e do uso racional de medicamentos”, explica André

Além do atendimento ao público, os farmacêuticos realizam análises clínicas e toxicológicas, estudam a composição e os processos de produção das fórmulas e participam de pesquisas sobre novos medicamentos. Por isso, neste momento, o farmacêutico desempenha o papel fundamental de alertar sobre os riscos da automedicação, especialmente quanto a substâncias sem comprovação científica de eficiência, bem como sobre a forma correta de descarte.

“Junto ao aumento da demanda por EPIs, alguns medicamentos e vitaminas também passaram a ser muito procurados, mas nós buscamos conscientizar os clientes porque alguns chegavam em busca de determinado produto só porque viram nas mídias ou recebeu indicação de conhecidos, às vezes, até querendo tomar dosagens assustadoras, mas nós reforçamos as orientações com base nos estudos que têm sido publicados. Além disso, em seguida, sempre priorizamos estabelecer um contato para saber se houve melhora, se houve reações, e dessa forma, manter a relação de confiança”, conta a farmacêutica Ingrid Reis, que atua na unidade da avenida Hermes Fontes.

Neste momento em que a profissão se mostra ainda mais valorizada, André se orgulha de fazer parte de uma rede de farmácias comprometida em estabelecer relações saudáveis e duradouras. “Temos clientes que estão conosco há 35 anos nas Farmácias Edson. As pessoas nem sempre chegam felizes até a loja, mas o nosso papel diário é transformar o comportamento dela diante do momento que está vivenciando, dando a ela a possibilidade de melhoria da sua qualidade de vida”, conclui o farmacêutico.

Promoção 35 anos Juntos

Para celebrar esta parceria de sucesso junto aos seus clientes ao longo das mais de três décadas, a Farmácias Edson lançou a promoção 35 Anos Juntos – Poupe e Ganhe. A ação vai sortear uma moto, uma smart tv e um iphone 12 no dia 7 de agosto. A cada R$ 60 em compras na seção de higiene e beleza, o cliente ganha um cupom. Clique aqui para conferir o regulamento. (https://www.farmaciasedson.com.br/promocao35anosjuntos/)

Dúvidas, critícas e sugestões? Fale com a gente
Acompanhe a Folha Hoje nas Redes! faceboook twitter youtube instagram Google News

Fredson Navarro
Fredson Navarro é jornalista, formado em 2005 pela Universidade Tiradentes. Atua no mercado sergipano há mais de 15 anos. Saiba mais sobre Fredson em seu perfil!