Inicio » Notícias » Polícia alerta como evitar cair em ciladas e golpes através do Instagram

Polícia alerta como evitar cair em ciladas e golpes através do Instagram

Cibercriminosos utilizam de engenharia social para conseguir o acesso à conta da vítima na rede social, diz SSP.

De repente uma pessoa próxima avisa nos stories do Instagram que tem um amigo que precisa urgentemente vender móveis e eletrônicos pois conseguiu uma oportunidade de emprego em outro estado e está necessitando rapidamente de dinheiro. São vários os stories que trazem até mesmo fotos dos bens que estão sendo anunciados. Mas, tudo se trata de mais uma forma de golpe na internet, mesmo sendo a conta pessoal ou profissional de um contato próximo.

Porém, essa pessoa foi vítima do que pode ser considerada a primeira parte do golpe, que utiliza a chamada engenharia social. Primeiramente, os cibercriminosos enviam links para as potenciais vítimas. Uma das formas utilizadas nesse processo é a criação de perfis falsos de estabelecimentos comerciais – por isso, é importante verificar se realmente se está conversando com a conta verdadeira da empresa – e entram em contato com as vítimas.

Os cibercriminosos oferecem vantagens como descontos e promoções mediante algum tipo de cadastro no link enviado por eles. A mensagem também pode pedir que a vítima digite o número de telefone ou códigos que tenha recebido por mensagem de texto, por exemplo. Com essas informações, os cibercriminosos conseguem redefinir informações da conta dessa vítima, incluindo a senha de acesso à rede social.

De posse dessas informações, entra em cena a segunda parte do golpe. Os cibercriminosos – com o acesso total à conta – fazem as publicações nos stories anunciando os produtos, que geralmente são eletrônicos, eletrodomésticos e móveis. O pretexto para o anúncio é de que um amigo está precisando urgentemente vender os bens para obter dinheiro, já que conseguiu uma oportunidade de trabalho em outra localidade.

Assim, confiando que a publicação realmente foi feita por um contato próximo, a nova vítima acaba entrando em contato, recebendo informações de pagamento. Mas tudo não passa de um golpe. O verdadeiro dono da conta na rede social também foi vítima de um golpe.

Atenção

Para evitar ser vítima desse golpe é preciso sempre desconfiar de publicações na internet que ofereçam serviços e bens por um valor abaixo do preço de mercado. Além disso, é preciso se certificar de quem realmente estaria supostamente vendendo os produtos – mesmo que seja um perfil conhecido, o pagamento só deve ser feito ao conversar diretamente com a pessoa. E, em qualquer pagamento, é preciso confirmar o nome na transferência bancária – inclusive no PIX.

Dicas de segurança

As principais orientações para a segurança nas redes sociais estão relacionadas justamente aos links. Não se deve clicar em links desconhecidos, principalmente naqueles que não foram solicitados ou encaminhados por redes oficiais das marcas e estabelecimentos comerciais. Além disso, não se deve compartilhar os links ou códigos de acesso recebidos pelas redes sociais, por e-mail, SMS ou WhatsApp – esses códigos podem ser o de acesso à sua conta. Também é preciso manter atualizados o telefone e o e-mail de acesso à conta no aplicativo – é fundamental para recuperação do acesso – e jamais devem ser informadas senhas a terceiros.