Polícia Federal pede abertura de inquérito contra Dias Toffoli

A Polícia Federal pediu, ontem (11), a abertura de um inquérito contra o ministro Dias Toffoli por uma suposta participação na venda de sentenças judiciais

Por: Caroline Brito - Jornalista
12/05/2021 às 10:29 - atualizado em 29/05/2021 às 17:34

Compartilhe: faceboook twitter whatsapp

A Polícia Federal pediu, ontem (11), a abertura de um inquérito contra o ministro Dias Toffoli por uma suposta participação na venda de sentenças judiciais. A solicitação feita ao Supremo Tribunal Federal (STF) será analisada pelo ministro Edson Fachin.

Segundo o periódico Folha de S. Paulo, o pedido foi encaminhado à Procuradoria Geral da República, que deve ser manifestar sobre o caso.

Toffoli foi mencionado em depoimento pelo ex-governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral que se pronunciou por meio de um acordo de delação premiada.

Segundo o ex-governador, o ministro recebeu R$ 4 milhões em propina para favorecer dois prefeitos do Rio em processos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Vale destacar que essa é a primeira vez na história que a PF pede uma investigação ao STF contra um ministro da própria corte.

Ministro Dias Toffoli. Imagem: Divulgação.

Dúvidas, critícas e sugestões? Fale com a gente
Acompanhe a Folha Hoje nas Redes! faceboook twitter youtube instagram Google News
Caroline Brito

Caroline Brito
Caroline Brito é jornalista, formada pela Universidade Federal do Ceará, em 2012, e mestra em Planejamento e Políticas Públicas pela UECE. Saiba mais sobre Caroline em seu perfil!