Ribeirópolis sai na frente, faz inventário Turístico e plano municipal de Turismo

O prefeito de Ribeirópolis, Rogério Sobral, se destaca como um dos primeiros municípios de Sergipe que se prepara para ter seu plano municipal do turismo. O roteiro está em fase se construção e vai ser lançado em 2022 sob o comando da turismóloga especialista Ellen Carvalho.

Por: Fredson Navarro - Jornalista
07/12/2021 às 05:59 - atualizado em 07/12/2021 às 06:28

Compartilhe: faceboook twitter whatsapp

O município de Ribeirópolis saiu na frente e segue empenhado em investir no turismo. Antes de entrar nas tratativas para se adaptar ao Mapa do Turismo, do Ministério do Turismo, já estava em fase de construção do inventário Turístico e criação do plano municipal com a adesão ao projeto ‘Caminhos para o Interior Sergipano’ que está sendo implantado para destacar mais um roteiro turístico de Sergipe com o objetivo de alavancar o seguimento e aquecer a economia local.

O prefeito de Ribeirópolis, Rogério Sobral, se destaca como um dos primeiros municípios de Sergipe que se prepara para ter seu plano municipal do turismo. O roteiro está em fase de construção e vai ser lançado em 2022 sob o comando da turismóloga especialista Ellen Carvalho.

“Quase nenhum município de Sergipe tem o inventário Turístico e plano municipal de turismo, que é essencial para o desenvolvimento local e regional e só foi possível porque Ribeirópolis vai entrar na rota do turismo em 2022 com o projeto ‘Caminhos para o Interior Sergipano’ que é um marco na região. Está tudo em andamento e em breve vamos comemorar o lançamento deste projeto”, comemora Ellen Carvalho.

A Portaria 41, do Ministério do Turismo (MTur), publicada recentemente, atende a uma demanda encaminhada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM). A entidade enviou ofício e participou de diversas reuniões com a pasta federal para tratar do tema. A portaria consolida e atualiza as normas sobre o Programa de Regionalização do Turismo, a Categorização dos Municípios do Mapa do Turismo Brasileiro e o Mapa do Turismo Brasileiro, além de estabelecer os critérios, as orientações, os compromissos, os procedimentos e os prazos para a composição do programa.

Leia também:  Projeto ‘Caminhos para o interior sergipano’ será lançado nesta quinta-feira

O Programa de Regionalização do Turismo tem por objetivo promover a convergência e a articulação das ações do Ministério do Turismo e do conjunto das políticas públicas setoriais e locais, tendo como foco a gestão, a estruturação e a promoção do turismo no Brasil, de forma regionalizada e descentralizada, alinhadas aos princípios da Política Nacional de Turismo, estabelecidos pela Lei 11.771, de 17 de setembro de 2008.

A CNM compreende que o Mapeamento é uma das estratégias previstas no Programa de Regionalização do Turismo e que este é considerado pelo MTur, desde 2013, um Programa estruturante, já que tem por princípio o desenvolvimento regional como estratégia de fortalecimento dos Municípios por meio de roteiros turísticos pré-estabelecidos e integrados.

Dúvidas, critícas e sugestões? Fale com a gente
Acompanhe a Folha Hoje nas Redes! faceboook twitter youtube instagram Google News
Fredson Navarro

Fredson Navarro
Fredson Navarro é jornalista, formado em 2005 pela Universidade Tiradentes. Atua no mercado sergipano há mais de 15 anos. Saiba mais sobre Fredson em seu perfil!