São Cristóvão: vereador Neto Batalha quer aprovar Lei do Compliance

Projeto que torna obrigatória a implementação do programa de integridade nas empresas que contratarem com qualquer ente público da cidade histórica.

Por: Fredson Navarro - Jornalista
14/05/2021 às 16:40 - atualizado em 29/05/2021 às 17:26

Compartilhe: faceboook twitter whatsapp

Falar em Compliance não é mais novidade em Sergipe. Trata-se de um método de gerir empresas, onde leis devem ser respeitadas e normas devem ser estabelecidas para evitar irregularidades nos contratos com a administração pública. Aracaju se tornou a primeira cidade do Nordeste a aprovar a Lei do Compliance e a próxima pode ser São Cristóvão.

A iniciativa é do vereador Neto Batalha (PP), que apresentou nesta quinta-feira (13), o projeto que torna obrigatória a implementação do programa de integridade nas empresas que contratarem com qualquer ente público da cidade histórica.

A intenção de Neto Batalha é trazer mais transparência para a população do município, pois o Compliance atua como uma lei anticorrupção em todas as esferas do poder público.

Recentemente, o prefeito Edvaldo Nogueira sancionou a Lei 5.241/19 de autoria do vereador Armando Batalha Junior. “Também fiz um requerimento para que o autor da lei na capital sergipana participasse de audiência pública virtual para falar com os colegas deste parlamento. Era fundamental que os vereadores entendessem a importância deste projeto, mas como de costume meu requerimento foi negado”, esclareceu.

Apesar de indeferimento, o vereador informou que não vai desistir para introduzir a ferramenta que pode acabar com eventuais corrupções em São Cristóvão.

Dúvidas, critícas e sugestões? Fale com a gente
Acompanhe a Folha Hoje nas Redes! faceboook twitter youtube instagram Google News

Fredson Navarro
Fredson Navarro é jornalista, formado em 2005 pela Universidade Tiradentes. Atua no mercado sergipano há mais de 15 anos. Saiba mais sobre Fredson em seu perfil!