Senado aprovou suspensão de pagamento de parcelas do Fies

O pagamento das parcelas já foi adiado ano passado, mas até dezembro de 2020. Agora o Senado quer que a suspensão seja prorrogada novamente

Por: Caroline Brito - Jornalista
06/05/2021 às 11:34 - atualizado em 29/05/2021 às 17:45

Compartilhe: faceboook twitter whatsapp

O Senado aprovou ontem (5) a suspensão de pagamentos de parcelas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) até o fim de 2021. Agora o projeto segue para a Câmara.

O pagamento das parcelas dos beneficiários do Fies já havia sido adiado no ano passado, mas com duração vigente até 31 de dezembro de 2020. Agora o Senado quer que a suspensão seja prorrogada por mais um ano, até o fim de 2021.

O autor do projeto, senador Jayme Campos (Democratas, Mato Grosso), defende que a proteção da educação formal é uma forma de garantir a qualificação profissional dos cidadãos e promover o desenvolvimento do Brasil.

Em entrevista concedida à Rádio Senado, o senador explicou que é preciso manter os alunos matriculados nas universidades para garantir as oportunidades profissionais. “Não há saída para o país sem educação. Hoje, cerca de 3 milhões de estudantes brasileiros dependem do fies para estudarem um curso superior”, apontou o parlamentar.

Fies. Imagem: Divulgação.

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação (MEC) que concede financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC e ofertados por instituições de educação superior não gratuitas aderentes ao programa.

Dúvidas, critícas e sugestões? Fale com a gente
Acompanhe a Folha Hoje nas Redes! faceboook twitter youtube instagram Google News

Caroline Brito
Caroline Brito é jornalista, formada pela Universidade Federal do Ceará, em 2012, e mestra em Planejamento e Políticas Públicas pela UECE. Saiba mais sobre Caroline em seu perfil!