WhatsApp: Nova política de privacidade vale a partir deste sábado; veja o que muda

Depois de meses de aviso, a nova política de privacidade do WhatsApp vale a partir deste sábado (15), com regras para contas comerciais

Por: Gabriel Brolli - Jornalista
15/05/2021 às 14:36 - atualizado em 29/05/2021 às 17:25

Compartilhe: faceboook twitter whatsapp

Uma nova política de privacidade do WhatsApp, que diz respeito ao controle de dados do usuário, passa a valer a partir deste sábado (15). Quer saber o que muda? O aplicativo mensageiro poderá compartilhar informações de contas de negócios, empresariais, com o Facebook, sua plataforma central.

Quem não aceitar a nova política, com o aceite no aviso que aparecerá ao abrir o app, não terá a conta apagada, mas depois de 90 dias pode ter funcionamento congelado.

O prazo faz parte de um acordo com autoridades brasileiras, que mobilizam um protesto em meio a essas mudanças. Os órgãos nacionais estão em desacordo com algumas das novas políticas, por causa da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que vigora por aqui.

Contrários às mudanças apontam que as novas políticas podem trazer riscos à proteção de dados dos usuários do aplicativo.

WhatsApp: Nova política de privacidade vale a partir deste sábado; veja o que muda
Nova política de privacidade do WhatsApp vale a partir deste sábado (Foto: Reprodução/Pexels)

Mas, afinal, o que muda com a nova política do WhatsApp?

Como companhias irmãs, o compartilhamento de dados entre as duas plataformas acontece desde 2016. Mas, com as novas regras, os dados gerados a partir de contas comerciais, como lojas que atendem por WhatsApp, poderão ser utilizados para direcionamento de publicidade no Facebook e Instagram.

Além disso, todos os parceiros do Facebook também poderão gerenciar os dados de conversas entre pessoas privadas e contas comerciais.

Aceitar os novos termos é obrigatório no Brasil, e também em outros países. Enquanto isso, na União Europeia e no Reino Unido, prevalece a lei de proteção de dados local, a GDPR, responsável pela regulamentação desses dados digitais.

Hoje, o maior problema que chama a atenção das autoridades nacionais é a falta de transparência sobre quais dados se terá esse acesso. Nos atuais termos, não dá para classificar a dimensão dessa coleta pelo WhatsApp e empresas parceiras.

Dúvidas, critícas e sugestões? Fale com a gente
Acompanhe a Folha Hoje nas Redes! faceboook twitter youtube instagram Google News
Gabriel Brolli

Gabriel Brolli
Gabriel Brolli é jornalista. Com experiência em tradução, redação e produção de conteúdo para redes sociais, já colaborou para grandes veículos de comunicação. Saiba mais sobre Gabriel em seu perfil!