Nesta segunda-feira (12), a Inglaterra observou um aumento significativo do números de casos da COVID-19. A situação obrigou diversos estabelecimentos em regiões centrais a fecharem as suas portas para evitar uma nova onda de contágio.

A cidade de Liverpool se tornou umas das primeiras zonas a emitirem o alerta de risco epidêmico “muito alto”. Isto faz parte de uma novo sistema de três camadas apresentado pelo então primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson.


RELACIONADAS



Os níveis locais de alerta da COVID-19 são classificados como “médio”, “alto” e “muito alto”. De acordo com o governo, o novo sistema entrará em vigor a partir da próxima quarta-feira (14).

Se 25% dos pacientes internados forem diagnosticados com coronavírus, as medidas precisarão ser reforçadas

Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anuncia fase de três camadas e aplica restrições à Liverpool - foto: reprodução
Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anuncia fase de três camadas e aplica restrições à Liverpool – foto: reprodução

De acordo com o primeiro-ministro, essas restrições deverão ser analisadas à cada 4 semanas para poder manter a situação sob “revisão constante”. Além disso, ele também revelou um novo pacote de 1 bilhão de libras para financiar apoio as áreas mais afetadas.

“Sei como é difícil, mas não podemos deixar o serviço nacional de saúde na mão quando há vidas em risco”, e acrescentou “Não é assim que queremos viver, mas é o caminho estreito que devemos traçar entre o dano socioeconômico de um confinamento total e o custo econômico de uma epidemia descontrolada”, disse Johnson durante um discurso.

Desta forma, bares, casas de show, pubs, academias, cassinos e outros locais de grande movimentação terão suas portas fechadas em diversas cidades, principalmente aquelas localizadas na região norte da Inglaterra. Além disso, três hospitais de campanha precisarão ser reativados.

Liverpool se tornou a cidade mais afetada pela nova onda de COVID-19

Em contraste com as demais regiões que apresentaram controle acentuado Liverpool segue sendo a cidade colocada em níveis mais altos. Contudo, Boris Johnson não acredita no sucesso do confinamento e ainda discute a decisão as decisões a serem tomadas com os parlamentares.

Tais níveis são determinados pela taxa de infecção local. Um aumento gradativo pôde ser observados em diversas regiões da Inglaterra, desde Lancashire até Blackpool.

Por fim, somente hoje foram 13.972 novos casos notificados no Reino Unido. Atualmente, o país possui cerca de 617.688 casos e 42.875 mortes relacionadas à COVID-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui