Nessa quinta-feira (23) o Dia Mundial do Livro é celebrado com muitos descontos em empresas online como a Amazon, porém, a situação da indústria do livro é delicada e alarmante, devido as crises provocadas pela pandemia.

A Folha Hoje ressalta que, em defesa da economia da indústria do livro, entidades internacionais se uniram em uma associação para pedir ajuda. O documento, que foi assinado pela IPA, EIFB e IFRRO solicitam aos governos que adotem pacotes de estímulo econômico para os setores editoriais.


RELACIONADAS



Os livros precisam de autores para escrevê-los e ilustrá-los, editores para investir neles, livreiros para levá-los aos leitores e organizações de gestão coletiva para proteger seus direitos autorais. Esta cadeia, tão vital para a sociedade, está sob ameaça iminente”, diz a carta.

Loading...

Portanto, o cenário é realmente preocupante e o documento descreve sua preocupação com o futuro dos autores, editores, designers, distribuidores e livreiros, que sofrem diariamente com a queda no setor.

O Dia Mundial do Livro foi um momento de luta no Brasil

No Dia Mundial do Livro é celebrado com um pedido de ajuda - foto: riosulshopping.net
No Dia Mundial do Livro é celebrado com um pedido de ajuda – foto: riosulshopping.net

Seguindo o exemplo dos países estrangeiros, o Brasil teve apoio da Câmara Brasileira do Livro (CBL) e o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), que aderiram a petição e fazem apelo ao Poder Executivo.

Loading...

As ações de auxílio divulgadas recentemente, embora positivas, não alcançam as pequenas e médias empresas. O acesso às linhas de crédito é um exemplo nesse sentido. Na maioria dos casos, a exigência de garantias reais e outras questões burocráticas torna inviável o acesso da grande maioria das empresas”, relata o documento enviado.

Além disso, a situação se agrava quando se leva em consideração que, recentemente, foi relatado que as livrarias que pediram linhas de créditos em bancos, foram negadas e a explicação dado foi que o setor ‘está acabando’.

“A indústria do livro está morrendo”

O Dia Mundial do Livro é celebrado com um pedido de ajuda - foto: revistabula.com
O Dia Mundial do Livro é celebrado com um pedido de ajuda – foto: revistabula.com

A ideia de que o setor do livro está morrendo é um agravante para o país e para vários profissionais da área. Sendo, também, totalmente errada para a realidade, pois a indústria do livro já provou várias vezes que é capaz de se manter e gerar lucros.

Elisa Ventura, da Blooks, se pronunciou sobre a situação e disse ser inaceitável o tratamento recebido pelos bancos, pois é “um negócio que gera empregos, movimenta uma enorme cadeia produtiva e já demostrou inúmeras vezes a capacidade de se manter. Acordem, bancos! Não queiram nos matar. Livros, livreiros e livrarias queremos e vamos viver!”.

Loading...

Além disso, Marcos da Veiga Pereira, presidente da Sextante d o SNEL, rebateu a tese da morte do setor, citando que o Dia Mundial do Livro é um momento importante para reafirmar a importância da leitura e, portanto, necessário ao ser humano.

Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui