O Escolhido. Dos livros para uma série Netflix.

O Escolhido, uma série brasileira lançada na Netflix em 28 de junho de 2019, que conta com os roteiros dos escritores: Raphael Draccon e Carolina Munhóz, traz uma nova cara para o cinema do Brasil.
Anderson Gomes - 21 de Julho de 2019 às 09:39:39
Looks like you have blocked notifications!

O Escolhido, uma série brasileira lançada na Netflix em 28 de junho de 2019, que conta com os roteiros dos escritores: Raphael Draccon e Carolina Munhóz, traz uma nova cara para o cinema do Brasil.

O Escolhido. Dos livros para uma série Netflix. (cinestera.com.br)

Raphael Draccon e Carolina Munhóz são nomes de peso na literatura brasileira, com mais de 800 mil livros vendidos e dentre eles: Dragões de Éter(Draccon) e a Trindade Leprechaun (Munhóz).


RELACIONADAS



Os escritores são casados e O Escolhido é o primeiro trabalho em parceria de Raphael e Carolina. O Escolhido é uma produção original Netflix e aborda uma temática pouco explorada no cinema nacional.

Do livro ao roteiro Netflix

A parceria para montar o roteiro da série O Escolhido surgiu de um desejo antigo do casal em produzir algo juntos.

Carolina: “Nós estávamos acostumados a escrever nossas histórias separadas e temos estilos diferentes mesmo escrevendo fantasia, mas nós temos os mesmos gostos”.

“A gente debate a ideia, então eu monto a ideia original e o Rapha é ótimo para montar as cenas tocantes, os diálogos, aquela mágica que vem por cima. Quando a gente descobriu que se complementava, o trabalho fluiu”.

Carolina ainda revela que o roteiro não possuiu divergência de escrita e que era como se apenas uma pessoa tivesse escrito O Escolhido sozinha.

LEIA TAMBÉM:

Trailer Perturbador! It: A coisa 2 ganha novo Trailer.

La Casa de Papel parte 3: começa nesta sexta na Netflix!

Representatividade Brasileira

O Escolhido teve a série mexicana Niño Santo como base e conta, em resumo, a história de três médicos que partem para o Aguazul, um vilarejo no Pantanal, para vacinar a população contra um vírus mutante da zika.

Entretanto, ao chegarem ao vilarejo, eles encontram uma população reclusa, que se nega a vacinação e creem em um homem chamado de O Escolhido, por possuir o dom da cura.

A série Netflix é um suspense fantástico cheio de elementos da cultura brasileira, que foi bastante abordada pelo casal de escritores, dando vida a várias lendas nacionais, como a Mulher de Branco e o Minhocoçu.

Abordagem nova no cinema brasileiro.

Raphael declara:

“A gente tem uma mitologia muito rica no Brasil, do folclore, das lendas urbanas, e até da nossa própria fauna, dos animais”.

Ainda, o escritor ressalta a oportunidade de investir em uma nova vertente do cinema brasileiro, que traz a mistura da fantasia fictícia com elementos da cultura nacional.

“Além de ser um privilégio fazer um gênero que fala tanto com a gente, ainda temos essa responsabilidade de abrir portas e mostrar para tantas pessoas ao redor do mundo um pouco da nossa cultura brasileira e da nossa cinematografia brasileira”, diz Raphael.

É bem verdade a resistência do público nacional às produções nacionais no estilo de O Escolhido, geralmente os autores fantásticos internacionais ganham mais destaque e apreço.

Porém, os escritores afirmam que é um começo mais receptivo e que superou as expectativas esperadas.

O Escolhido. Dos livros para uma série Netflix. (omelete.com.br)

O preconceito com o cinema fantástico nacional.

Já possuímos uma referência forte de série brasileira de ficção na Netflix, que é 3%. Uma série muito querida na América latina e que ganhou muito destaque internacional.

Há muito se escuta a respeito da comparação das produções nacionais com as internacionais e a resistência quanto a consumir produções no estilo de O Escolhido ainda é muito forte.

Possuímos uma riqueza cultura gigantescas e se pede bastante para ser explorara na literatura, mas as lendas são mais usadas em contos infantis que para basear ou inspirar grandes sagas como Senhor dos Anéis, que conta com muitos elementos da cultura irlandesa.

O Escolhido é mais que uma representatividade, é a inspiração para muitos escritores e roteiristas nacionais ganharem força para dar continuidade aos seus sonhos e a Netflix já vem demonstrado interesses consistentes em criações latino-americanas.

A produção de O Escolhido.

As críticas de O Escolhido foram positivas e destacaram a riqueza de detalhes que a série traz. A produção ganhou um visual surpreendente e conta com atores e atrizes de peso em seu elenco.

Os escritores comemoram o impacto da série e afirmam que desejam continuar a produção de roteiros em parceria para mais obras audiovisuais como O Escolhido.

Vale muito a pena prestigiar esse trabalho e incentivar a literatura e cinema nacional para outras esferas além do drama e da comédia, o Brasil é um país muito diverso e repleto de fantasias únicas a espera de uma oportunidade para se mostrarem.

GMR

VEJA TAMBÉM



Postado por: Anderson Gomes
Sou redator e professor de Física, curto uma boa música, games e, acima de tudo, estar com minha família.