OMS afirma que Coronavírus pode se tornar endêmico, entenda

Organização Mundial de Saúde pediu esforço máximo para combater o coronavírus, após afirmar que a doença pode não desaparecer nunca.
Joey Phillipe - 14 de Maio de 2020 às 22:38:38
Looks like you have blocked notifications!

Nesta quarta-feira (13), a  Organização Mundial de Saúde-OMS declarou que o coronavírus, responsável por ocasionar a infecção respiratória COVID-19, pode se tornar endêmico, como o HIV. Ou seja, poderá tornar-se uma doença de caráter contínuo, vindo a existir novos casos constantemente.

Inicialmente, a OMS alertou sobre a previsibilidade do tempo em que o vírus se manterá circulando. Além disso, solicitou “um esforço enorme” para o seu combate. Segundo informações fornecidas pelo Uol.


RELACIONADAS



“É importante colocar isso na mesa: esse vírus pode se tornar endêmico em nossas comunidades e nunca desaparecer”, afirmou o especialista em emergências da OMS, Mike Ryan, em entrevista online.

“Acho importante sermos realistas e não acho que alguém possa prever quando essa doença desaparecerá”, continuou

“Acredito que não há promessas nisso e não há datas. Essa doença pode se estabelecer como um problema longo ou não”, completou Ryan.

Sobre as medidas de controle do Coronavírus
OMS afirma que Coronavírus pode se tornar endêmico, entenda – Foto: Fecap

Inicialmente, Mike Ryan, destacou o fato de o mundo ter algum controle sobre a forma como lidar com a doença. Ainda que isso exija enorme esforço, mesmo se uma vacina for descoberta.

Além disso, mais de 100 possíveis vacinas vêm sendo produzidas, mas as dificuldades em encontrar alguma que seja eficaz contra o coronavírus tem sido a dificuldade mais apresentada pelos especialistas no tema.

Ryan, ainda apontou a observação de que existem estudos referentes a outras vacinas, como o sarampo, ainda em curso, não foram descartados. Bem como afirmou que há necessidade de “controle muito significativo” do vírus, para que seja reduzida a avaliação de risco do mesmo. Visto que, segundo ele, permanece alta nos “níveis nacional, regional e global”.

“A trajetória está em nossas mãos, é assunto de todos e devemos contribuir para acabar com essa pandemia”, declarou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

VEJA TAMBÉM



Postado por: Joey Phillipe
Sou redator, curto a área de informática, gosto de games e esportes.