10 de Julho de 2019, atualizado ás 19:07

Paulo Henrique Amorim morre de infarto nessa quarta-feira



Por: | Notícias

Compartilhar:
         

A esposa de Amorim informou que no dia anterior, terça-feira (09) de julho de 2019, Amorim tinha saído com os amigos para jantar e estava em casa, no Rio de Janeiro, quando acometido pelo infarto fulminante.

Paulo Henrique Amorim era um jornalista da Record TV, ingressou na empresa no ano de 2003. Passou por diversas emissoras brasileiras, dentre elas a Globo, sendo correspondente em Nova York.

(vejasp.abril.com.br)

Amorim deixou um legado grandioso, que inspirou e inspira muitos jornalistas a ascenderem em suas profissões.

Amorim foi o idealizador do primeiro canal de notícias em streaming, o UOL News, no Brasil – em 2000, no UOL. Portal este que permaneceu até 2006. Posteriormente, começou o portal IG, mantendo o programa Conversa Afiada, exibido na TV Cultura.

LEIA TAMBÉM:

Jornalista demitida por grave doença retorna a TV Globo após decisão judicial

ELAS VÃO DOMINAR O MUNDO! Baratas resistentes a pesticidas, diz estudo.

A Record TV o contratou Amorim em 2003, para apresentar o Jornal da Record segunda edição. Acredito que todos conhecem sua fala icônica ao dar “boa-noite”.

Posteriormente, em 2006, Amorim assumiu o Domingo Espetacular, sendo seu último trabalho até o momento de sua morte.

Era um jornalista incrível, crítico e que mantinha opiniões concretas e consistentes sobre a política de nosso país.

A morte aconteceu na madrugada de quarta-feira (10) de julho, de 2019, na residência de Amorim. O jornalista tinha 76 anos.

A esposa, a jornalista Geórgia Pinheiro, e a filha do casal, ressentem a perda.

Confira sua trajetória.

GMR


Anderson Gomes

  

0 Comentários