Pazuello fica ‘por muito tempo’, afirma Jair Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta quarta-feira (20), que o general Eduardo Pazuello ficará 'por muito tempo', a frente do Ministério da Saude.
Por: Joey Phillipe / 20 de Maio de 2020 às 18:36:54

Looks like you have blocked notifications!

Nesta quarta-feira, 20 de maio, o presidente Jair Bolsonaro, afirmou que General Eduardo Pazuello permanecerá “por muito tempo” a frente do Ministério da Saúde. O General responde de forma interina pela pasta, desde que o ex-ministro Nelson Teich pediu demissão.

Ainda, segundo o presidente, Pazuello não possui formação na área da saúde, no entanto, contará com auxílio no Ministério de uma “equipe boa” de médicos. As declarações por parte de Bolsonaro ocorreram durante um diálogo com profissionais de limpeza urbana, em Brasília.

Portanto, durante a referida conversa, Jair Bolsonaro foi questionado sobre a escolha do novo Ministro da Saúde. Entretanto o presidente afirmou que ainda não tem um nome, bem como, comentou sobre a situação futura de Pazuello.

“Ele [Pazuello] vai ficar por muito tempo, esse que está lá. Não vai mudar não. Ele é um bom gestor, vai ter uma equipe boa de médicos abaixo dele”.



Enfim, o general Eduardo Pazuello, foi nomeado como Secretário-Executivo do Ministério devido a experiência que possui quanto a logística. Visto que já atuou em operação responsável pelo recebimento de Venezuelanos que adentram o Brasil, no estado de Roraima.

Nelson Teich fala sobre a saída do Ministério da Saúde
Pazuello fica por muito tempo, afirma Jair Bolsonaro – Foto: O Globo

Na última sexta-feira (15), diante do crescente número de casos confirmados e óbitos ocasionado pelo Coronavírus,  Nelson Teich, ex-ministro da Saúde, pediu demissão. No entanto, durante pronunciamento, o ex-ministro afirmou que foi “escolha” sua deixar a pasta.

“A vida é feita de escolhas. E eu hoje escolhi sair”, declarou o ex-ministro.

Contudo, Nelson Teich não apresentou justificativa para a tomada desta decisão. Ainda assim, durante entrevista no Palácio do Planalto, o ministro da Casa Civil, Braga Neto, afirmou que a decisão de saída de Teich seria por “questão de foro íntimo”.

Teich, argumentou ainda sobre o motivo que o teria levado a aceitar a função de Ministro da Saúde, quando realizado o convite por parte do presidente da República. “Eu aceitei porque achava que poderia ajudar o Brasil e ajudar as pessoas”, disse.


Postado por: Joey Phillipe
Sou redator, curto a área de informática, gosto de games e esportes.

Load more

Notícias relacionadas

Receba nossas notícias NO CELULAR

Receba nossas NEWSLETTER

Futebol ao Vivo Receita Notícias Futebol ao Vivo