22 de Abril de 2019, atualizado ás 15:04

Policia Federal deve pedir prorrogação de inquérito de atentado contra Bolsonaro

Por: | Notícias


Looks like you have blocked notifications!

Policia Federal deve pedir prorrogação de inquérito de atentado contra Bolsonaro (foto: internet)

Siga A Folha Hoje no Google News – Clique Aqui!

Um pedido de prorrogação do inquérito que apura o atentado cometido contra o atual presidente Jair Bolsonaro deverá ser solicitado pela Polícia Federal ainda na terça-feira (23), o atentado aconteceu durante as eleições de 2018, em uma apresentação de Bolsonaro aos possíveis eleitores.

O mesmo estava em um ato de campanha em Juiz de Fora que está localizado em Minas Gerais, quando levou uma facada de Adélio Bispo de Oliveira. Vários vídeos do momento foram postados nas redes sociais, o agressor foi preso em flagrante pela policia que estava no local!
Policia Federal deve pedir prorrogação de inquérito de atentado contra Bolsonaro (foto: internet)

Adélio possui problemas psicológicos

O agressor, que até então foi preso em flagrante, é formado em pedagogia, e era filiado ao PSOL entre os anos de 2007 e 2014, além disso, o mesmo possui passagem na polícia justamente por lesão corporal no ano de 2013.

A investigação, que está sob o comando do delegado Rodrigo Morais, deverá terminar ainda até o fim deste ano justamente dentro da previsão atual, mesmo com o pedido de prorrogação solicitado.

A cada 3 meses deverão ser pedidos novas prorrogações, e esse tempo servirá justamente para que haja uma conclusão sobre todas as pessoas que realmente tiveram relação com o próprio Adélio, além de seus locais de trabalho e moradias.

Ademais, serão verificados todos aqueles que entraram em contato com o mesmo, essas pessoas já foram identificadas de acordo com as quebras de sigilos de e-mails, ligações telefônicas e por fim até mesmo de suas redes sociais.

Até o presente momento, segundo a Polícia Federal o agressor agiu sozinho, sem ajuda de ninguém. Segundo psicólogos e psiquiatras que atestaram os laudos médicos de Adélio um dos motivos que confirmam a hipótese de que o mesmo possui problemas, está no fato de o mesmo ter trabalhado em até 30 empregos fixos com carteira assinada nos últimos 5 anos.

Depois os empregadores ainda confirmaram que o mesmo demonstrava sinais de distúrbios visto que falava sozinho e se isolava de seus colegas. Segundo o inquérito está descartada toda e qualquer hipótese de ter participação de organizações criminosas em tal atentado!




Redação A Folha Hoje

https://www.afolhahoje.com/

A Folha hoje é um portal Notícias, Entretenimento e Conteúdo de nichos específicos como, concurso público, dicas de cartão de crédito, resultados de loterias, e muito mais. Para falar conosco envie um e-mail para contato.afolhahoje@gmail.com

  

0 Comentários