Notícias

Polícia Federal investiga desfalque de 25,4 milhões em Fortaleza

Polícia Federal investiga desfalque de 25,4 milhões em Fortaleza

Nesta segunda-feira, 25 de maio, a polícia federal chegou a cumprir oito mandados de busca e apreensão. Em decorrência de uma operação responsável por investigar possíveis desvios de recursos que deveriam ser aplicados na aquisição de respiradores para o tratamento de pacientes da COVID-19 na cidade de Fortaleza.

Primeiramente, intitulada “Dispneia”, a operação realiza o cumprimento de mandados em residências, empresas e órgãos públicos, localizados nas cidades de Fortaleza e São Paulo. Segundo a PF, há sinais de um “potencial prejuízo financeiro” aos recursos públicos, podendo totalizar o valor de 25,4 milhões de reais.

Além disso, a Secretaria Municipal de Saúde e a direção do maior hospital da capital, o Instituto Doutor José Frota- IJF, afirmaram, por meio de Nota pública, que estão “totalmente surpresas e indignadas com tal operação”. A Secretaria, inclusive, acrescentou que todos os processos foram realizados em conformidade com a lei. Bem como, que não há possibilidade de que se encontre qualquer desvio de recurso público.

Loading...

Mais sobre a operação da Polícia Federal em Fortaleza

Polícia Federal investiga desfalque de 25,4 milhões em Fortaleza
Polícia Federal investiga desfalque de 25,4 milhões em Fortaleza – Foto: CN7

Vale lembrar que até domingo, 24 de maio, o Ceará já registrava 2.324 mortes ocasionadas pela COVID-19. Bem como contabiliza mais de 35 mil casos confirmados da doença. Por outro lado, Fortaleza, considerada o epicentro da pandemia por coronavírus no estado, já soma 19 mil pessoas infectadas e 1.579 mortes por COVID-19.

Por fim, a investigação referente a aquisição dos respiradores apontou sinais de superfaturamento dos valores pagos pelos equipamentos. Que totalizaram a quantia de R$ 34,7 milhões. Assim como, segundo a PF, existe a suspeita da aquisição de respiradores sem capacidade técnica e financeira da empresa contratada sem processo licitatório.

Loading...

Confira a seguir o posicionamento, através de Nota, da Secretaria da Saúde de Fortaleza, de acordo com informações do G1:

A Secretaria da Saúde de Fortaleza e a direção do Instituto Doutor José Frota (IJF) dizem estar totalmente surpresas e indignadas com tal operação e que não existe possibilidade da mesma encontrar qualquer desvio de recurso público, visto que todos os procedimentos foram adotados em completa obediência à legislação vigente e que todos os atos da gestão estavam sendo acompanhados por um comitê de governança que atualizava com informações, periodicamente, os órgãos de controle externo. Também destacou que desde a última sexta-feira (dia 22.05), esses órgãos de controle externo já estavam informados sobre a rescisão unilateral do contrato por parte da Prefeitura, com a devida devolução dos recursos, visto que a empresa contratada não entregou os equipamentos no prazo estipulado.

Loading...

Você pode gostar de
Tags: , , ,

More Similar Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu