Com a previsão para atender, em média, 50 pessoas por mês, destas 30 com a forma grave da doença, o município da Serra terá seu primeiro ambulatório voltado para psoríase.

SIGA => A FOLHA HOJE NO GOOGLE NEWS

No Espirito Santo, Serra, contará com o primeiro ambulatório municipal para tratar psoríase.

Primeiro ambulatório para psoríase do município da Serra foi anunciado
Primeiro ambulatório para psoríase do município da Serra foi anunciado (terra.com.br)

RELACIONADAS



A estimativa é que 10 mil pessoas, no município, possuam a doença, que ainda não possui cura, mas tem tratamento.

Loading...

Estima-se que as atividades do ambulatório começe em 13 de novembro deste ano, na Unidade Regional de Saúde de Novo Horizonte.

O paciente que contiver a doença psoríase deverá procurar a unidade básica de saúde e sua referência para avaliação da necessidade de encaminhamento ao ambulatório de Novo Horizonte.

Loading...

Todavia, o atendimento especializado aos pacientes já é feito no local, e os médicos e demais servidores da área de saúde estão recebendo capacitação.

LEIA TAMBÉM:

+ Arábia Saudita investirá US$ 10 bilhões no Brasil

+40 mil reclamações registradas no Reclame Aqui sobre golpes em compras online

Mas com o ambulatório, todas as quartas-feiras o atendimento será exclusivo para os portadores da doença.

“O projeto, além do atendimento em si, possui equipe multidisciplinar para abordagem da doença com reuniões de apoio aos pacientes, interação entre eles e discussão de casos clínicos, além da capacitação de profissionais de saúde para detecção da doença e referenciamento”, explicou, a dermatologista Cristiane Banhos Ferreira, mestre em Doenças Infecciosas pela Ufes.

Cristiane Ferreira é referência técnica em psoríase na Serra e fala com propriedade a respeito do novo ambulatório.

Loading...

A respeito da psoríase

Primeiro ambulatório para psoríase do município da Serra foi anunciado
Primeiro ambulatório para psoríase do município da Serra foi anunciado (imeb.com.br)

É uma doença inflamatória crônica, que acomete não só a pele, mas também outros sistemas como articulação, por exemplo.

Um portador de psoríase tem risco maior que a população geral de ter doenças cardiovasculares, intestinais, oculares, psiquiátricas e articulares.

A doença não é contagiosa e tem tratamento que dependerá do grau de comprometimento.

É um grande passo para a saúde desses pacientes, que poderão contar com uma avaliação especializada e de qualidade, para melhorar seus quadros clínicos.

Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui