Projeto de auxílio a estados sofre redução de 90 bilhões em economia
Nesta terça-feira (05), o projeto de auxílio a estados e municípios foi aprovado pela Câmara de Deputados, porém com redução de R$ 90 bilhões em economia.
Por: Joey Phillipe / 06 de Maio de 2020 às 21:51:24

Looks like you have blocked notifications!

Nesta terça-feira, 05 de maio, visando auxiliar estados e municípios no combate a pandemia por Coronavírus, a Câmara de Deputados aprovou um projeto de lei. No entanto, o texto determinou a redução de R$ 130 para R$ 43 bilhões na economia estimada, tendo em vista o congelamento de salário, para o qual foram excluídas diversas categorias. A equipe econômica não se agradou com a decisão da Câmara.

Além disso, o valor estimado já tinha sofrido redução durante o processo de aprovação do projeto no Senado. Na ocasião, a economia proposta pela equipe foi reduzida para R$ 93 bilhões. Segundo os senadores estaria aprovada a retirada de algumas categorias, a exemplo das que se encontram-se na linha de frente do combate ao Coronavírus.



Portanto, o Ministério da Economia aspira que, durante a realização de nova votação do projeto no Senado, os senadores alterem algumas mudanças realizadas pelos deputados. Recuperando, ao menos, parte da economia prevista no início do projeto.

O que dizia o texto do projeto antes da aprovação na Câmara de Deputados
Projeto de auxílio a estados sofre redução de 90 bilhões em economia – Foto: Tribuna NF

Inicialmente, o Ministro da Economia, Paulo Guedes, e o Presidente do Senado, Davi Alcolumbre, negociaram o projeto em votação, objetivando substituir a proposta que inicialmente foi aprovada pela câmara de deputados, que previa um auxílio a estados e municípios de pelo menos R$ 80 bilhões por um período de seis meses.

De acordo com informações do G1, o pacote de medidas estabelece:

  • Repasses de R$ 60 bilhões da União a estados e municípios para financiar ações de enfrentamento ao coronavírus;
  • Economia de R$ 49 bilhões com a suspensão do pagamento de dívidas com a União e bancos, como BNDES e Caixa;
  • Economia potencial de R$ 10,6 bilhões com a renegociação de contratos com organismos internacionais;
  • medidas adicionais de simplificação da gestão orçamentária e contratual para enfrentamento à pandemia.

Postado por: Joey Phillipe
Sou redator, aventureiro, curto games e esportes.

Load more

Notícias relacionadas

Receba nossas notícias NO CELULAR

Receba nossas NEWSLETTER

Futebol ao Vivo Receita Notícias Futebol ao Vivo