Quer parcelar multa de trânsito no cartão de crédito? Saiba como!

Raquel Luciano - 21 de Dezembro de 2018 às 07:55:19
Looks like you have blocked notifications!

Parcelar multa de trânsito no cartão de crédito? Isso agora é possível!

Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) divulgou que agora os motoristas que tiverem multas atrasadas, seja deste ano, como de anos anteriores, poderão parcelar multa de trânsito no cartão de crédito.

Essa é mais uma facilidade para as pessoas que precisam regularizar a documentação do veículo para o próximo ano, mas não tinham o dinheiro total das multas, que em muitos casos acaba ultrapassando o limite do orçamento familiar, e acaba não sendo pagos.

No entanto, oferecer o serviço não é obrigatório e cada órgão de trânsito ainda precisa habilitar as operadoras de cartões para oferecer o serviço. Para saber se a sua cidade oferece esse serviço, acesse o site do Denatran.

O valor dos débitos poderá ser pago à vista ou conforme a quantidade de parcelas disponibilizada pela empresa parceira, que podem variar de 2 a 12 vezes.

Leia também:

Cartão Pré-Pago Bradesco! Como posso ter o meu?

Limite do cartão de crédito em compras parceladas. Como funciona?

Como parcelar multa de trânsito no cartão de crédito?

Quer parcelar multa de trânsito no cartão de crédito? Saiba como!

Para parcelar multa de trânsito no cartão de crédito, o motorista precisa comparecer até a central do Detran de sua cidade e solicitar o serviço.

Lembrando, que o dono do veículo que precisa comparecer a unidade de atendimento para solicitar o parcelamento e ver qual a melhor opção.

Após o acordo, 30 a 60 minutos depois, os comprovantes definitivos de quitação dos débitos deverão ser enviados por meio de mensagem eletrônica no telefone celular (via SMS) ou no e-mail indicado.

Quem fica responsável por parcelar multa de trânsito no cartão de crédito

De acordo com o Denatran, parcelar multa de trânsito no cartão de crédito é um serviço que está ligado a parceria dos Detran local e as operadoras de cartão de crédito.

Assim, cada órgão de trânsito (Detrans, prefeituras, Polícia Rodoviária, Der e Dnit) poderá habilitar empresas financeiras para oferecer a alternativa de pagamento por cartão e quitar dívidas dos proprietários de veículos.

Alguns Detrans e prefeituras já fazem parcelamentos por meio de documentos de arrecadação, geralmente com pagamento do primeiro boleto da dívida na hora de assinar o termo de adesão.

Anteriormente, somente multas aplicadas em veículos registrados no exterior poderiam ser arrecadadas com cartões de débito ou crédito, mas devido a inadimplência de diversos motoristas, o sistema resolveu ampliar isso para vários estados.

VEJA TAMBÉM



Postado por: Raquel Luciano
Jornalista com experiência na produção de conteúdo para diversos canais de informação espalhados pelo Brasil. E-mail: rachell.luciano@gmail.com