Rabino Henry Sobel morre após lutra contra o câncer no pulmão

Raquel Luciano - 22 de Novembro de 2019 às 15:09:47
Looks like you have blocked notifications!

Morreu nesta sexta-feira (22) o rabino Henry Sobel, aos 75 anos, após uma luta contra o câncer no pulmão, conforme notícia confirmada por familiares.

O rabino Henry Sobel estava em Miami, nos EUA, quando passou mal e acabou falecendo devido a complicações associadas a um câncer.


RELACIONADAS



O sepultamento do rabino ocorrerá no domingo (24), no cemitério Woodbridge Memorial Gardens, no estado americano de Nova Jersey.

Rabino Henry Sobel morre após lutra contra o câncer no pulmão – Foto: Reprodução/Federação Israelita do Estado de São Paulo

Apesar de sua ligação forte com o Brasil, o rabino Henry Sober nasceu em Portugal, e durante a 2° Guerra Mundial, precisou fugir com a família para os EUA, onde se estabeleceu em Nova York.

Na cidade americana, Henry Sober se formou rabino, e mudou-se para o Brasil em 1970, onde permaneceu por mais de quatro décadas.

Rabino emérito da Congregação Israelita Paulista (CIP), Sobel foi uma voz firme em defesa dos direitos humanos no país, com destaque para sua atuação na luta pelo esclarecimento da morte do jornalista Vladimir Herzog, também de origem judaica, quando este estava em poder dos órgãos de repressão da ditadura militar, em São Paulo, em 1975.

Mas em 2007, o rabino Henry Sober foi acusado de furtar gravatas em uma loja nos EUA, e devido a repercussão do caso, acabou se afastando Congregação Israelita Paulista (CIP).

Na época, o rabino disse que os motivos do furto seria em virtude de uma doença psicológica e ao efeito de remédios para depressão.

Posteriormente, Henry Sober afirmou que não poderia atribuir o ocorrido a “fatores externos” e que cometeu um “erro”.

VEJA TAMBÉM



Postado por: Raquel Luciano
Jornalista com experiência na produção de conteúdo para diversos canais de informação espalhados pelo Brasil. E-mail: rachell.luciano@gmail.com