Rebelião nesta segunda-feira (29), em presídio no Pará!

Foi na manhã desta segunda-feira (29) que detentos no Centro de Recuperação Regional de Altamira fizeram uma rebelião que durou cerca de cinco horas.
Juliana Seixas - 29 de Julho de 2019 às 20:57:29
Looks like you have blocked notifications!

A rebelião foi na manhã desta segunda-feira (29) no qual detentos do Centro de Recuperação Regional de Altamira atacaram a ala de um grupo rival. O tumulto durou mais de cinco horas.

Rebelião em presídio no Pará deixa mais de 50 mortos na manhã desta segunda-feira (29) (Imagem: Site OitoMeia)

A superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) declarou que houve cinquenta e duas mortes. As mortes se deram dezesseis delas por decapitação e as outras por asfixia.


RELACIONADAS



Além disso dois agente penitenciários também ficaram reféns dos detentos durante a rebelião nesta segunda-feira, mas posteriormente eles foram libertados.

Confira essa e outras matérias clicando AQUI !

A causa da rebelião foi a briga entre gangues rivais!
Os detentos de uma facção criminosa atearam fogo no local onde um grupo rival estava alojado (Imagem: portaldoholanda)

O motivo da rebelião nesta segunda-feira foi a briga entre organizações criminosas. De acordo com a Susipe um grupo de internos que estavam no bloco A de uma mesma facção criminosa invadiu a área onde estão os presos de um grupo rival.

A rebelião começou com a invasão foi ateado fogo no local e posteriormente trancada a sala no qual estavam os detentos. Muitos deles morreram por asfixia devido a fumaça, segundo a Susipe.

Além disso siga-nos no Instagram clicando AQUI!

Visto que a ação que teve início às 7horas da manhã só veio terminar por volta de meio-dia. A capacidade do presídio é para 200 internos, contudo estavam ocupando 311 presidiarios.

O que dizem as autoridades

Além disso segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) as condições do presídio são “péssimas”. Segundo o secretário extraordinário para os assuntos penitenciários, Jarbas Vasconcelos, disse hoje que o que ocorreu no presídio foi ” uma guerra entre facções criminosas”.

Em uma entrevista na tarde após a rebelião nesta segunda-feira segunda-feira que o secretário Jarbas Vasconcelos disso em seu pronunciamento que:

“Tratou-se de uma guerra de facções. Em Altamira, há uma facção local chamada Comando Classe A (CCA) e que divide o presidio com integrantes do Comando Vermelho, e que foram esses vítimas desse ato praticado pelos integrantes da organização criminosa CCA”

Ademais, leia também:

Ronaldinho Gaúcho tem bens bloqueados pela justiça devido a dívidas

Dois suspeitos foram presos por participar do roubo de 720 kg de ouro

Mega Sena acumulou novamente! Confira o resultado do dia 27 de julho

VEJA TAMBÉM



Postado por: Juliana Seixas
Sou Engenheira de Materiais, professora de Inglês e Francês e escrevo para o site A Folha Hoje.