Rondônia registra primeiros casos de COVID-19 em índios
Nesta segunda (18), foram confirmados três casos de COVID-19 entre indígenas em Rondônia. A contaminação ocorreu durante o saque do Auxílio Emergencial.
Por: Joey Phillipe / 18 de Maio de 2020 às 21:23:13

Looks like you have blocked notifications!

Nesta segunda-feira, 18 de maio, o Conselho Distrital de Saúde Indígena-CONDISI confirmou a existência de três casos positivos de COVID-19 entre indígenas. De acordo com informações do Conselho, a contaminação ocorreu enquanto foram sacar o valor de R$ 600 reais do Auxílio Emergencial, na cidade de Porto Velho.

Inicialmente, as três pessoas infectadas têm idades de 37, 40 e 50 anos e pertencem ao povo Karitiana. Após realizarem o saque do Auxílio, retornaram para a aldeia, no entanto, após uma semana começaram a apresentar os sintomas da COVID-19, precisando retornarem a cidade de Porto Velho.

Além disso, Luiz Tagliani, que é coordenador do Distrito Sanitário Especial Indígena de Porto Velho, também confirmou os diagnósticos. Bem como informou que os indígenas realizaram exames, estão sendo monitorados e isolados em espaço específico na Casa de Apoio à Saúde do Índio-CASAI, na capital.

“A equipe de saúde adentrou na aldeia e detectaram esses casos então suspeitos. Fizeram os exames necessários e confirmaram a positividade dos testes. Eles estão evoluindo bem, já estão com pouca febre. Estamos entrando em contato com a Funai para fazer uma barreira sanitária, evitar a entrada e saúde de indígenas”, declarou.

Mais sobre os casos de COVID-19 entre os indígenas
Rondônia registra primeiros casos de COVID-19 em índios – Foto: R7


Em entrevista ao Portal G1, Dom Roque Paloschi, presidente do Conselho Indigenista Missionário-CIMI, afirmou que lamenta a confirmação de casos da COVID-19 entre o povo indígena. Bem como destacou que é necessário uma maior fiscalização, oriunda das autoridades responsáveis pela prevenção e combate da doença.

“Nós evidentemente lamentamos o ocorrido. Precisa-se de uma política diferenciada para a saúde indígena. Eles não têm os anticorpos que nós temos. O Cimi também acompanha, mas não entramos em área, segundo as orientações das autoridades de saúde”, argumentou Paloschi.

Por outro lado, a Funai informou, por meio de nota, à Rede Amazônica, que tem adotado as medidas de prevenção para combate da pandemia pelo coronavírus. Bem como, “se eximiu de qualquer obrigação legal de proteção e promoção dos direitos dos povos indígenas”.

Além disso, apontou que já realizou a distribuição de mais de 2 mil cesta básicas as famílias indígenas. Assim como, confirmou que equipes realizam bloqueios sanitários nos acessoas das terras indígenas. Visando impedir a entrada de pessoas que não são indígenas nas aldeias.


Postado por: Joey Phillipe
Sou redator, curto a área de informática, gosto de games e esportes.

Load more

Notícias relacionadas

Receba nossas notícias NO CELULAR

Receba nossas NEWSLETTER

Futebol ao Vivo Receita Notícias Futebol ao Vivo