O salário mínimo no Brasil poderá subir de R$ 1.045 para R$ 1.087,84 em 2021. Contudo, tudo depende das projeções da inflação (utilizadas como parâmetro para correção) divulgadas nesta terça-feira (17). A previsão de alta de 4,02% (acréscimo de R$ 42,84) do mínimo foi entregue ao Congresso Nacional.

A decisão, entretanto, não traz ganho real à remuneração dos profissionais, muito pelo contrário: estimativas do governo apontam que cada R$ 1 a mais no salário mínimo as despesas públicas aumentam R$ 304,9 milhões. Ou seja, o brasileiro não deve comemorar muito, visto que o custo de vida aumenta desproporcionalmente.


RELACIONADAS



Nos últimos 10 anos, o salário mínimo do trabalhador brasileiro registrou ganho real de 16,48%, com reajustes menores do que a inflação somente em 2017 e 2018. No período, o salário mínimo acumulou variação de 104%, passando de R$ 510, em 2010, para R$ 1.045, em 2020.

Dieese diz que salário deveria ser de R$ 5.005,91

Salário mínimo poderá chegar a R$ 1.087 em 2021
Salário mínimo poderá chegar a R$ 1.087 em 2021. (Imagem: Divulgação)
Loading...

De acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), o salário mínimo dos trabalhadores brasileiros deveria figurar na casa dos R$ 5.005,91 em outubro. O valor é 4,79 vezes (380%) superior ao mínimo vigente de R$ 1.045 e 360% maior do que a estimativa para o próximo ano.

PeríodoSalário mínimo nominalSalário mínimo necessário
2020
OutubroR$ 1.045,00R$ 5.005,91
SetembroR$ 1.045,00R$ 4.892,75
AgostoR$ 1.045,00R$ 4.536,12
JulhoR$ 1.045,00R$ 4.420,11
JunhoR$ 1.045,00R$ 4.595,60
MaioR$ 1.045,00R$ 4.694,57
AbrilR$ 1.045,00R$ 4.673,06
MarçoR$ 1.045,00R$ 4.483,20
FevereiroR$ 1.045,00R$ 4.366,51
JaneiroR$ 1.039,00R$ 4.347,61

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos é uma entidade criada e mantida pelo movimento sindical brasileiro. Foi fundado em 1955, com o objetivo de desenvolver pesquisas que subsidiassem as demandas dos trabalhadores.

Loading...

Sindicatos, federações, confederações de trabalhadores e centrais sindicais são filiados ao DIEESE e fazem parte da direção da entidade. Atualmente, são cerca de 700 associados.

Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui