Que a Editora Unep, vinculada à Univeridade Estadual Paulista, possui um catálogo vigoroso de obras clássicas e acadêmicas nas mais diversas áreas do conhecimento nós já sabíamos. Contudo, a instituição decidiu se lançar em um novo segmento: a publicação de livros literários.

A estreia na nova empreitada ocorreu com a publicação da coleção Clássicos da Literatura Unesp. O objetivo é permitir ao leitor iniciante a oportunidade de ter contato com obras referenciais da literatura brasileira e estrangeira, bem como, praticar a leitura de forma agradável.


RELACIONADAS



Os títulos escolhidos para compor a coleção de estreia foram: os integrantes da literatura estrangeira, “A relíquia”, do português Eça de Queirós, “Histórias Extraordinárias”, do norte-americano Edgar Allan Poe; “Contos”, do francês Guy de Maupassant; e os nacionais, “Quincas Borba”, de Machado de Assis, e “Triste Fim de Policarpo Quaresma”, de Lima Barreto.

Mais detalhes sobre a Coleção lançada pela Editora Unesp

São Paulo: Obras literárias clássicas são lançadas pela Editora Unesp
São Paulo: Obras literárias são lançadas pela Editora Unesp – Foto: Governo do Estado de São Paulo

O Diretor-Presidente da Fundação Editora da Unesp, Jézio Hernani Bomfim Gutierre, esclarece “Não se pretende disponibilizar edições críticas, mas simplesmente volumes que permitam a leitura prazerosa de clássicos”.

Portanto, cada volume inicia-se com um pequeno texto de apresentação, o qual apenas fornece alguns elementos prévios sobre autor e sua obra. Além disso, os livros são produzidos em formato de manuseio agradável, projeto gráfico aprimorado e incluem foto do autor.

“A seleção de títulos é conscientemente multifacetada e não sistemática, permitindo, afinal, o livre passeio do leitor”, acrescenta Gutierre.

Por fim, vale destacar, que o próximos volumes já estão sendo produzidos: “O Falecido Mattia Pascal”, de Luigi Pirandello; “Eugênia Grandet”, de Honoré de Balzac; “Oliver Twist”, de Charles Dickens; “Macunaíma”, de Mário de Andrade; e “Urupês”, de Monteiro Lobato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui