23 de Janeiro de 2019, atualizado ás 12:01

Se Flávio cometeu algum erro, terá que pagar por isso diz presidente Bolsonaro



Por: | Entretenimento

Compartilhar:
         

O presidente Jair Bolsonaro fez a primeira declaração direta sobre a polêmica envolvendo o seu filho, Flávio Bolsonaro. Segundo ele, caso sejam provadas as acusações, Flávio deverá pagar o preço, mesmo que ele tenha que sofrer como pai.

Se Flávio cometeu algum erro, terá que pagar por isso diz presidente Bolsonaro

Receba Mais notícias como essa – Clique Aqui!

Presidente Bolsonaro faz declaração a respeito do filho

O presidente Jair Bolsonaro fez a primeira declaração direta a respeito das investigações envolvendo o seu filho, Flávio Bolsonaro. Segundo ele, o senador eleito deverá “pagar o preço” se for comprovada as irregularidades que envolvem o ex-assessor Fabrício Queiroz na Alerj.

“Se por acaso ele errou e isso for provado, eu me arrependo como pai, mas ele terá que pagar o preço por essas ações, que não podemos aceitar”, declarou Bolsonaro durante uma entrevista exclusiva, realizada em Davos, na Suíça, onde o presidente está representando o país no Fórum Econômico Mundial.

Se Flávio cometeu algum erro, terá que pagar por isso diz presidente Bolsonaro

MP mantém investigações sobre ex-assessor

O Ministério Público do Rio de Janeiro ainda está investigando as movimentações atípicas na conta bancária de Fabrício Queiroz, que exercia o cargo de assessor de Flávio Bolsonaro. Além disso, o Ministério Público ainda está averiguando transações bancárias suspeitas dos demais servidores e parlamentares da Alerj.

A declaração realizada por Jair Bolsonaro, foi a primeira desde que começaram a surgir novas evidências nesse inquérito que envolve o nome do seu filho e membros do seu gabinete. Especialistas declaram que caso as investigações confirmem o envolvimento de Flávio Bolsonaro, isso irá impactar negativamente da imagem e agenda contra a corrupção defendida por Jair Bolsonaro.

Leia também

Jair Bolsonaro é motivo de briga entre TV Globo e Record

Presidente Bolsonaro discursa no Fórum em Davos e estreia em evento internacional

Envolvimento de Flávio com a milícia

Além do caso envolvendo movimentações bancárias atípicas, o senador eleito ainda poderá sofrer outra investigação, dessa vez envolvendo a milícia. Isso porque ele contratou em seu gabinete a mulher e a mãe do ex-capitão da PM, suspeito de ser o comandante de grupos de milícia no Rio de Janeiro.

Elas teriam sido indicadas pelo ex-assessor de Flávio Bolsonaro e tem os nomes citados no relatório do Coaf. No entanto, a assessoria do senador eleito afirmou que elas foram contratadas por indicação do Queiroz, que também era o responsável pela supervisão dos seus trabalhos. Assim, Flávio não pode ser responsabilizado pelos atos que não tem conhecimento.




Redação A Folha Hoje

https://www.afolhahoje.com/

A Folha hoje é um portal Notícias, Entretenimento e Conteúdo de nichos específicos como, concurso público, dicas de cartão de crédito, resultados de loterias, e muito mais. Para falar conosco envie um e-mail para contato.afolhahoje@gmail.com

  

0 Comentários