Se Flávio cometeu algum erro, terá que pagar por isso diz presidente Bolsonaro




O presidente Jair Bolsonaro fez a primeira declaração direta sobre a polêmica envolvendo o seu filho, Flávio Bolsonaro. Segundo ele, caso sejam provadas as acusações, Flávio deverá pagar o preço, mesmo que ele tenha que sofrer como pai.

Se Flávio cometeu algum erro, terá que pagar por isso diz presidente Bolsonaro
Se Flávio cometeu algum erro, terá que pagar por isso diz presidente Bolsonaro

Receba Mais notícias como essa – Clique Aqui!

Presidente Bolsonaro faz declaração a respeito do filho

O presidente Jair Bolsonaro fez a primeira declaração direta a respeito das investigações envolvendo o seu filho, Flávio Bolsonaro. Segundo ele, o senador eleito deverá “pagar o preço” se for comprovada as irregularidades que envolvem o ex-assessor Fabrício Queiroz na Alerj.

“Se por acaso ele errou e isso for provado, eu me arrependo como pai, mas ele terá que pagar o preço por essas ações, que não podemos aceitar”, declarou Bolsonaro durante uma entrevista exclusiva, realizada em Davos, na Suíça, onde o presidente está representando o país no Fórum Econômico Mundial.

Se Flávio cometeu algum erro, terá que pagar por isso diz presidente Bolsonaro
Se Flávio cometeu algum erro, terá que pagar por isso diz presidente Bolsonaro

MP mantém investigações sobre ex-assessor

O Ministério Público do Rio de Janeiro ainda está investigando as movimentações atípicas na conta bancária de Fabrício Queiroz, que exercia o cargo de assessor de Flávio Bolsonaro. Além disso, o Ministério Público ainda está averiguando transações bancárias suspeitas dos demais servidores e parlamentares da Alerj.

A declaração realizada por Jair Bolsonaro, foi a primeira desde que começaram a surgir novas evidências nesse inquérito que envolve o nome do seu filho e membros do seu gabinete. Especialistas declaram que caso as investigações confirmem o envolvimento de Flávio Bolsonaro, isso irá impactar negativamente da imagem e agenda contra a corrupção defendida por Jair Bolsonaro.

Leia também

Jair Bolsonaro é motivo de briga entre TV Globo e Record

Presidente Bolsonaro discursa no Fórum em Davos e estreia em evento internacional

Envolvimento de Flávio com a milícia

Além do caso envolvendo movimentações bancárias atípicas, o senador eleito ainda poderá sofrer outra investigação, dessa vez envolvendo a milícia. Isso porque ele contratou em seu gabinete a mulher e a mãe do ex-capitão da PM, suspeito de ser o comandante de grupos de milícia no Rio de Janeiro.

Elas teriam sido indicadas pelo ex-assessor de Flávio Bolsonaro e tem os nomes citados no relatório do Coaf. No entanto, a assessoria do senador eleito afirmou que elas foram contratadas por indicação do Queiroz, que também era o responsável pela supervisão dos seus trabalhos. Assim, Flávio não pode ser responsabilizado pelos atos que não tem conhecimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here