19 de Dezembro de 2018, atualizado ás 15:12

Segundo Bolsonaro atual Governo irá adotar medidas rigorosas para entrada de estrangeiros no país



Por: | Notícias

Compartilhar:
         

Durante transmissão ao vivo no Facebook, Jair Bolsonaro confirmou que durante o seu Governo o Brasil irá abandonar o pacto da ONU no que diz respeito a migração. Além disso, ele ainda reforçou que serão adotadas medidas rigorosas para a entrada de estrangeiros no Brasil.

Segundo Bolsonaro atual Governo irá adotar medidas rigorosas para entrada de estrangeiros no país

confira também Funcionários de Jair Bolsonaro doavam salários inteiros para campanha presidencial

Novos critérios para imigrantes

Durante transmissão ao vivo no Facebook nesta terça-feira (18), Jair Bolsonaro afirmou que o governo irá adotar critérios rigorosos para a entrada de imigrantes no Brasil.

Além disso, o presidente eleito ainda confirmou que irá deixar o pacto mundial da ONU sobre migração, como havia informado Ernesto Araújo, indicado como ministro das Relações Exteriores.

O pacto foi um documento assinado por representantes de cerca de 160 países, que tem como principal objetivo fazer com que seja reforçada a cooperação entre os demais países para uma migração mais segura, regular e ordenada.

Segundo Bolsonaro atual Governo irá adotar medidas rigorosas para entrada de estrangeiros no país

Leia também

Ex-assessor de Flávio Bolsonaro irá dar depoimento no Ministério Público – RJ

‘Nunca iria prestigiar um fascista’ dispara Maduro sobre participação na posse de Bolsonaro

 Situação na França

Como forma de justificar a decisão de revogar a participação no pacto, Jair Bolsonaro destacou a situação na França e afirmou que ‘está simplesmente insuportável vivem em alguns locais da França. E a tendência é aumentar a intolerância’.

Segundo Bolsonaro, não é isso que queremos para o Brasil. Apesar de não ser contra imigrantes, o presidente eleito afirmou que para entrar no país deverá cumprir critérios rigorosos. Caso contrário, se depender dele enquanto chefe de Estado, eles não entrarão.

Ele concluiu a sua fala reforçando que irá revogar o tratado da migração. ‘Não podemos concordar com isso daí’. A decisão foi avaliada como um retrocesso para o atual chanceler, Aloysio Nunes.

Bolsonaro elogia Temer devido a extradição Cesare Battisti

Bolsonaro ainda aproveitou a transmissão, para elogiar o posicionamento do presidente Michel Temer em assinar o decreto extraditório de Cesare Battisti. Ele estava foragido no Brasil, após cometer crimes na Itália e apesar de vários pedidos da Interpol, o governo brasileiro não o havia entregado.

Sobre esse tema, Jair Bolsonaro declarou “Desde que o caso Cesare Battisti era discutido, a sua permanência no Brasil, a tua condição de asilado, eu já criticava a permanência dele aqui porque ele é um terrorista”




Redação A Folha Hoje

https://www.afolhahoje.com/

A Folha hoje é um portal Notícias, Entretenimento e Conteúdo de nichos específicos como, concurso público, dicas de cartão de crédito, resultados de loterias, e muito mais. Para falar conosco envie um e-mail para contato.afolhahoje@gmail.com

  

0 Comentários