-Publicidade-

Servidores da Paraíba irão receber a primeira parcela do 13º salário

O Govenador da Paraíba, João Azevedo, vai antecipar a primeira parcela do 13º salário para os servidores públicos do estado, aposentados e pensionistas.

-Publicidade-

O governador da Paraíba, João Azevedo (Cidadania), vai antecipar a primeira parcela do 13º salário dos funcionário públicos estaduais aposentados, reformados e pensionistas. O dinheiro vai ser liberado na próxima sexta-feira, dia 19 de junho.

A medida pretende contemplar cerca de 49 mil servidores, o que para os cofres públicos representam um impacto de R$ 76,2 milhões. Contudo, os servidores que estão na ativa irão ter que esperar mais um pouco para receber.

Visto que, os servidores ativos receberão a primeira parcela do 13º salário na medida em que a situação da arrecadação do estado obtenha melhores resultados. O Secretário de Estado da Fazenda, Marialvo Laureano, disse que está realizando todos os esforços, apesar das adversidades decorridas da pandemia do novo coronavírus, para realizar o pagamento antecipado.

Antes de mais nada, vale lembrar que o Governo Federal enviou apenas 110,9 milhões para o estado. Isso remete a primeira parcela e que está sendo usada para suprir o que não foi arrecadado. Ainda segundo Laureano é preciso manter cautela em relação às contas públicas.

-Publicidade-

Veja o que disseram o Governador e o Secretário.

Sendo que o governo nunca chegou a atrasar os salários dos servidores desde janeiro de 2019, apesar da pandemia do Covid-19. João Azevedo em entrevista a TV Arapuan disse que a antecipação depende de cada gestor.

E lembrou das dificuldades do estado e as perdas de arrecadação. E espera a ajuda do Governo Federal que será dividida em quatro parcelas até o mês de agosto. Ele disse:

“A questão que se levanta agora é o que vai acontecer quando setembro chegar? Pois não vai ter mais ajuda do governo federal”

-Publicidade-

O Secretário Laureano afirmou que:

“A queda na arrecadação da receita própria no período da pandemia foi impactante e agressiva. No mês de maio, ela chegou próxima a 30%, comparando com o mesmo período de 2019”

Além disso, ele declara:

“Esse auxílio, previsto em quatro parcelas, vai amenizar as receitas próprias do Estado, mas não recompõe todas as perdas. Além disso, para recebê-lo foi preciso renunciar às ações judiciais que garantiam o não pagamento do serviço das dívidas dos bancos públicos em 2020, um valor que chega a aproximadamente R$ 170 milhões”
Governador da Paraíba antecipa o 13º salário aos servidores do estado. (Canal: Jornal da Correio)

Por fim, confira essa e outras matérias em A Folha Hoje.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade e nossos termos de uso Aceitar Ler Política