A rede varejista de descontos, Stein Mart, entrou com pedido de concordata, afim de impedir a declaração de falência, e pretende fechar a maioria das suas quase 300 lojas.

Nesta quarta-feira (12), o CEO da Stein Mart, Hunt Hawkins, afirmou que o fracasso da empresa, com mais de 100 anos no mercado, foi atribuído à mudanças de hábitos e á pandemia que, “causaram problemas financeiros significativos em nossos negócios”.


RELACIONADAS



Além disso, as operações da empresa, assim como de outras varejistas, foram severamente comprometidas depois que a pandemia forçou o fechamento temporário de lojas em diversos estados. A Stein Mart está considerando ainda algumas alternativas estratégicas, incluindo a venda do seu site e de sua propriedade intelectual.

Loading...

Mais detalhes sobre a situação da Stein Mart

Stein Mart pede concordata e pretende fechar grande parte de suas lojas
Stein Mart pede concordata e pretende fechar grande parte de suas lojas – Foto: CNN.com

Stein Mart, rede de lojas de departamentos de descontos, afirmou que não possui “liquidez suficiente para continuar operando no curso normal dos negócios”. Como resultado, está fechando permanentemente “uma parte significativa, senão todas” as suas lojas físicas. Começando imediatamente as vendas de liquidação.

Assim como, a empresa disse em junho que a pandemia do coronavírus ocasionou problemas financeiros. Desencadeando um processo regulatório em que a empresa tinha “dúvidas substanciais” de que continuaria a operar no próximo ano.

Loading...

Além disso, Stein Mart iniciou em 1908 como uma pequena loja de departamentos no Mississippi, antes de se expandir para cerca de 300 unidades em 30 estados. Cada loja possui uma média de 30 funcionários e a empresa concede emprego a mais de 8.000 pessoas atualmente.

Por fim, Stein Mart junta-se a diversos outros varejistas que entraram em falência nos últimos meses. Incluindo o Tuesday Morning , JCPenney , Sur La Table e Muji . A Pier 1 Imports, que solicitou concordata em fevereiro, está fechando todas as suas lojas. E divulgou no mês de julho que encontrou um comprador para suas operações online e propriedade intelectual.

Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui