O STF – Superior Tribunal Federal, anunciou que vai investigar as denúncias feitas pelo ex-ministro da justiça, Sérgio Moro, contra o presidente Jair Bolsonaro.

Portanto, quem ficará a cargo de analisar todo o processo é o juiz Celso de Mello, que recebeu o pedido de abertura pelo procurador-geral da República, Augusto Aras.


RELACIONADAS



Toda essa polêmica começou na sexta-feira (24) após a saída de Sérgio Moro do Ministério da Justiça

Veja o que disse Celso de Mello sobre a abertura do processo de investigação

STF vai investigar denúncias de Moro contra Jair Bolsonaro
STF vai investigar denúncias de Moro contra Jair Bolsonaro – Foto: Internet
Loading...

Moro apontou uma suposta interferência de Bolsonaro na Polícia Federal, optando por trocar a direção-geral da PF, justamente porque gostaria de ter informações de inquéritos sobre a família.

Segundo o ministro Celso de Mello do STF, os fatos narrados por Moro têm relação com o exercício do cargo, o que permite a investigação de Bolsonaro.

Loading...

Isso porque, a Constituição impede que o chefe do Executivo seja alvo de apuração alheia ao exercício do mandato.

“Os crimes supostamente praticados pelo senhor presidente da República, conforme noticiado pelo então Ministro da Justiça e Segurança Pública, parecem guardar (…) íntima conexão com o exercício do mandato presidencial.

Além de manterem – em função do período em que teriam sido alegadamente praticados – relação de contemporaneidade com o desempenho atual das funções político-jurídicas inerentes à chefia do Poder Executivo”

Com a abertura do inquérito, o STF começa a fase de produção de provas.

Assim, serão analisados o depoimento de Moro, juntamente com a apresentação de documentos que comprovem suas declarações.

Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui