O presidente americano Donald Trump fez um pronunciamento nesta quarta-feira (8) na Casa Branca sobre a conflito entre EUA e Irã.

Segundo Trump, mesmo com o ataque do Irã a uma base americana no Iraque na noite de terça-feira (7), nenhum soldado ficou feriado, apesar dos iranianos terem divulgado a morte de mais de 80 militarees.


RELACIONADAS



Donald Trump disse que o Irã parece ter recuado e que os Estados Unidos querem abraçar a paz.

O presidente disse ainda que os Estados Unidos querem “abraçar a paz” e que não têm intenção de usar seu poderio militar contra o país persa.

Ao lado do vice-presidente Mike Pence, do secretário de Defesa, Mike Pompeo e de diversas figuras da alta cúpula das Forças Armadas dos EUA, Trump defendeu o ataque que matou Soleimani e anunciou que irá impôr mais sanções ao governo iraniano.

Trump anuncia mais sanções ao Irã e diz que EUA querem paz
Trump anuncia mais sanções ao Irã e diz que EUA querem paz – Imagem: Jonathan Ernst/Reuters

Ele fez ainda um apelo para que os países europeus saiam do acordo nuclear de 2015 e que afirmou, antes mesmo de dar boa tarde, que o Irã nunca terá uma arma nuclear enquanto for presidente.

Horas antes do pronunciamento de Trump, fontes de governos europeus e dos EUA afirmaram que o Irã teria feito uma opção deliberada para evitar que houvesse mortes. Isto, de acordo com especialistas, indica cautela e uma tentativa de, apesar da retaliação, aliviar as tensões com Washington.

O presidente americano disse ainda que como os Estados Unidos não dependem mais do petróleo do Oriente Médio, e fez um pedido para que a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) — que tem os EUA como seu financiador principal — se envolva mais no Oriente Médio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui