O Brasil sempre foi considerado um dos maiores mercado para a avião mundial. E com o crescimento da classe média em anos passados, muitas pessoas deixaram de lado as viagens de ônibus e buscaram o áreas para o turismo dentro do país.

Também, com o crescimento da renda, o brasileiro começou a voar mais para diversas regiões, até mesmo internacionalmente.


RELACIONADAS



De acordo com a Assessoria de Imprensa do Ministério do Turismo, um estudo da Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata) mostra que em 2013 o Brasil o 3° maior mercado da aviação mundial.

Loading...

Mas a crise chegou e afetou o setor de turismo e viagens, Assim, com cenário macroeconômico em queda, a trajetória de crescimento do mercado aéreo brasileiro veio a cair, e hoje o país ocupa a 7º posição do mundo.

Veja também:

Loading...

Quais os lugares para visitar no Rio de Janeiro?

O Ministério informar que para cortar custos, houve uma queda na redução das operações prestadas pelas companhias aéreas. Por isso, o Governo considera a retomada do crescimento da aviação nacional como um dos principais assuntos a serem destacados. Eles defendem a abertura das empresas ao capital estrangeiro, que iria ampliar a conectividade aérea, levando mais turistas dentro de destinos brasileiros.

Uma pesquisa de 2016 registra que o Brasil atualmente receba cerca de 206 milhões de viagens domésticas, e que mais 6,6 milhões de estrangeiros pousaram em nosso território. Também, mais da metade dos viajantes (50,8%), que se desloca pelo país. buscam destinos regionais, e os fazem de avião.

Panorama da Aviação e Turismo para o PIB

O Brasil sempre foi considerado um dos maiores mercado para a avião mundial. E com o crescimento da classe média em anos passados, muitas pessoas deixaram de lado as viagens de ônibus e buscaram o áreas para o turismo dentro do país.
O Brasil sempre foi considerado um dos maiores mercado para a avião mundial. E com o crescimento da classe média em anos passados, muitas pessoas deixaram de lado as viagens de ônibus e buscaram o áreas para o turismo dentro do país. (Foto: Escola de Aviação)

Com essa demanda, não é se admirar que o turismo possa ser considerado o grande ajudados no crescimento do PIB no Brasil. O Governo também nos informa que, o turismo participa com 3,7% no PIB do país e gera quase 3,2 milhões de empregos.

Loading...

Uma recente pesquisa realizada ABEAR (Associação Brasileira das Empresas Áreas) trouxe um panorama de como funciona esse mercado.

Sob encomenda da International Air Transport Association (IATA), a Oxford Economics produziu mais de 50 estudos englobando diferentes regiões e países do mundo, dentre os quais o Brasil.

Assim, foi identificado que, sem a participação do transporte aéreo, o turismo teria expressão econômica muito menor. Os resultados mostram que o transporte aéreo correspondem por 2,7% do PIB e mais de 5 milhões de empregos, R$ 47 bilhões em salários e mais de R$ 20 bilhões em impostos anuais.

Turismo regional continua em alta

Com o aumento do dólar, queda na renda e outros fatores abalados com a crise na economia, o brasileiro deixou de viajar para o exterior e resolveu gastar o dinheiro dentro do país.

Em conversa com um gerente de vendas de uma grande agência de viagens brasileira, no ano de 2016 o número de viagens dentro do país foi maior do que para o exterior. As pessoas que tinham o costume de todas as férias tirarem aquela data para a tradicional viagem em família buscaram destinos mais em conta, como o Nordeste brasileiro.

Ele informou também que, mesmo com a crise as pessoas não deixaram de viajar, apenas mudaram o roteiro. E que com a ajuda desse público, conseguiu fechar o ano de 2016 com saldo positivo para a loja que gerencia no estado do Rio de Janeiro.

Mudança de rotas

Muitas companhias áreas tiveram que se adequar as atuais necessidades do consumidor. Grandes empresas que faziam a tradicional rota Brasil – EUA diminuíram sua carga de voo, sabendo que no momento o turismo nacional é a grande busca nas agências de viagem.

Muito se falou sobre a crise em diversas companhias, e isso é um fato. Com esse enxugamento no público consumidor, houve uma diminuição no número de rotas, mas o mercado de turismo ainda continua sendo aquele que pode impulsionar a economia nacional, e por isso se espera tanto seu reerguimento.

O que tem que ficar claro é que o Brasil é rico no setor de turismo e por isso não deve ser esquecido. Os investimento precisam ser aplicados, as mudanças autorizadas, porque só assim o país voltará ao patamar antes alcançado e desejado.

Quer saber mais sobre viagem e turismo?

Siga agora mesmo nossas páginas do Facebook e do Instagram e permita notificações para receber mais notícias sobre jogos Ao Vivo, futebol, esportes e etc.

Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui