Na manhã de hoje (09), Whindersson Nunes usou as redes sociais para denunciar publicações mentirosas à seu respeito. As conhecidas Fake News são disparadas para todos os lados e contra todas as pessoas que possam tem um pouco de fama e dessa vez chegaram ao humorista, que não gostou nada e foi explicar o ocorrido.

A publicação se trata de uma postagem de uma pagina de fofocas no Instagram, que retratava uma suposta postagem de Whindersson dizendo: “Bolsonaro testou positivo para Covid-19 e eu quero saber: Você vai doar seus órgãos? Eu irei doar os meus”


RELACIONADAS



No que teria sido respondido por um perfil que seria do presidente: “Se você doar seus órgãos, me doa seu chifre para eu fazer um berrante”. O humorista então tirou print da publicação, com o comentário de uma internauta e respondeu educadamente, mas sem abandonar o bom humor à alguém que espalha noticias sem verificar a veracidade dela.

Loading...

Mas antes de conferir os detalhes dessa história envolvendo o Whindersson, entre no link e clique no botão azul Criar Alerta para receber em primeira mão as novidades do mundo do entretenimento que a A Folha Hoje disponibiliza para você.

Resposta de Whindersson à Fake News a seu respeito

Whindersson Nunes Denuncia Fake News Em Suas Redes Sociais. (Foto: metropoles.com)
Whindersson Nunes Denuncia Fake News Em Suas Redes Sociais. (Foto: metropoles.com)

Após a publicação dos prints, Whindersson não ficou calado, repostou os prints e falando com uma internauta, que chamou de Lara, ele explicou que da para ver claramente na publicação que não é ele, afinal o username dele está no nome de @Vitao, e do que seria do presidente se identifica como Jaizao Bolsonaro, enquanto o username está como @cloroquina.

Loading...

Ele ainda se dispôs a explicar para a jovem em questão que na posição de comediante não haveria problemas em fazer piadas nas redes, enquanto Bolsonaro, como presidente, deve manter uma imagem e ter cuidado com as palavras que usa, sendo aquela brincadeira muito de mau gosto para quem ocupa a cadeira de representante do país.

Whindersson ainda compartilhou no Twitter: “Tem que ser didático, é tipo alfabetização, mas olha, eu devo ter sido um monge em outra vida.” Monge ou não, o humorista deixou uma lição bem clara às pessoas, principalmente nessa era de fake news e desinformação: procurem saber a fonte, e investiguem as notícias antes de repostar.

Loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui